RSS

Deus faz coisas novas e maiores!


Por: Pastor Fabiano Souza

'Mas olhai por vós mesmos, porque vos entregarão aos concílios e às sinagogas; e sereis açoitados, e sereis apresentados perante presidentes e reis, por amor de mim, para lhes servir de testemunho. E sereis odiados por todos por amor do meu nome; mas quem perseverar até ao fim, esse será salvo.' Marcos 13:9 e 13

Reforma Constitucional – Mudanças no texto da Constituição que garantem a liberdade de culto. Se aprovadas, fica proibido culto fora das igrejas (evangelismo de rua), cultos religiosos só com portas fechadas.

Projeto nº 4.720/03 – Altera a legislação do 'imposto de renda' das pessoas jurídicas.

Projeto nº 3.331/04 – Altera o artigo 12 da Lei nº 9.250/95, que trata da legislação do imposto de renda das 'pessoas físicas'
Se convertidos em Lei, os dois projetos obrigariam as igrejas a recolherem impostos sobre dízimos, ofertas e contribuições.

Projeto nº 299/99 – Altera o código brasileiro de telecomunicações (Lei 4.117/62).
Se aprovado, reduziria programas evangélicos no rádio e televisão a apenas uma hora.

Projeto nº6.398/05 – Regulamenta a profissão de Jornalista
Contém artigos que estabelecem que só poderá fazer programas de rádio e televisão, pessoas com formação em JORNALISMO, Significa que pastores sem a formação em jornalismo não poderão fazer programas através desses meios.

Projeto nº 1.154/03 – Proíbe veiculação de programas em que o teor seja considerado preconceito religioso.
Se aprovado, será considerado crime pregar sobre idolatria, feitiçaria e rituais satânicos. Será proibido que mensagens sobre essas práticas sejam veiculadas no rádio, televisão, jornais e internet. A verdade sobre esse atos contrários a Palavra de Deus, não poderá mais ser mostrada.

Projeto nº 952/03 – Estabelece que é crime atos religiosos que possam ser considerados abusivos a boa-fé das pessoas.
Convertido em Lei, pelo número de reclamações, pastores serão considerados 'criminosos' por pregarem sobre dízimos e ofertas.

Projeto nº 4.270/04[/b] – Determina que comentários feitos contra ações praticadas por grupos religiosos possam ser passíveis de ação civil.
Se convertido em Lei, as Igrejas Evangélicas ficariam proibidas de pregar sobre práticas condenadas pela Bíblia Sagrada, como espiritismo, feitiçaria, idolatria e outras. Se o fizerem, não terão direito a se defender por meio de ação judicial.

Projeto de nº 216/04[/b] – Torna inelegível a função religiosa com a governamental.
Significa que todo pastor ou líder religioso lançado a candidaturas para qualquer cargo político, não poderá de forma alguma exercer trabalhos na igreja.

Antes de votar no domingo, dia 31, pense bem. Assim como o Pr. Paschoal Piragine disse Deus irá julgar a nossa terra e você quer ser o responsável por esse julgamento?
Portanto, vote consciente e principalmente vote como salvo em Cristo Jesus!

video video
  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Para Guardar no Coração


Falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao
Senhor com hinos e cânticos espirituais,
dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai,
em nome de nosso Senhor Jesus Cristo,
Efésios 5:19-20


Corações cheios de gratidão - é isso que faz o canto ser bom!
Com Jesus como a fonte da nossa salvação e o centro do nosso
futuro, como podemos não cantar! Mas cantar não é só para nós e
Deus. Deus quer que nossas canções abençoem outros. É o fundamento
da nossa conversa espiritual.
http://www.iluminalma.com
http://www.youtube.com/watch?v=6_3ifGa-PdE
video
  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Andar como Jesus andou

Por: Natacha Dominato


Como é difícil seguir os passos de alguém que se admira. E quando esses passos são do homem que esteve neste mundo, não pecou em momento algum, sempre demonstrou amor a todos os que o cercavam e ainda deu o maior exemplo de submissão, fica ainda mais difícil.

Ser jovem cristão nesta atual conjuntura é uma grande batalha, porque os desafios aparecerem em todos os lugares seja no trabalho, na faculdade, no trânsito, em casa e em tantos outros, por isso é fundamental que o jovem esteja pronto a se esquivar dessas dificuldades e fugir da tentação.

Outro grande problema encontrado é a grande quantidade de pessoas sejam eles jovens, adultos que se dizem convertidos e não o são comprometidos com a palavra de Deus.

Por isso é fundamental que cada um leve consigo sempre “Aquele que diz que está nele, também deve andar como ele andou” I João 2.6


Assistam http://www.youtube.com/watch?v=V_mIVn0Fxro&feature=player_embedded


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

MIL VISITAS, TEMOS QUE AGRADECER!



Por: Natacha Dominato

Obrigada. Obrigada. Obrigada. A você que nos visita, a você que nos “retuita”, a você que nos indica e a você que de alguma forma acabou descobrindo o blog da UNIJOVEMPIBPP através do Google, do Twitter ou do Orkut.

Como não poderia deixar de ser este post é pra comemorar e agradecer às mil visitas que o blog da UNIJOVEMPIBPP recebeu nesses três meses no ar.

Gostaríamos de nos colocar a sua disposição querido internauta

para que o blog seja cada dia melhor para te atender e principalmente louvar e engrandecer o nome do nosso Deus.

“Grandes coisas fez o SENHOR por nós, pelas quais estamos alegres”.Salmos 126.3

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Pequenas coisas nos separam de Deus


Por: Pastor Alcidir Aparecido da Silva
(Pastor da Igreja Batista de Jatobá)

Texto: Êxodo 3:1 a 5

A palavra de Deus faz-nos ver certas verdades que, de fato, demoramos a entende-las, ou simplesmente fingimos não compreende-las.

Às vezes, Deus tem grandes planos para as nossas vidas. Planos estes que uma vez entendidos, aceitos e executados, trazem grandes resultados para nós, para o reino, e, sobretudo, para a glória D’Ele.

Durante um tempo previsto por Deus, somos habilitados para a missão para a qual Ele nos chamou:

1 – Habilitados pela escola acadêmica:

“Moisés foi educado em toda a ciência dos egípcios e era poderoso em palavras e obras.” Atos 7.22

Esta é a escola universitária, que habilita-nos profissionalmente para sermos úteis no mercado de trabalho, na sociedade, na vida ativa da comunidade, na influência ética, etc...

2 – Habilitados pela escola do deserto. Ex. 3.1

Esta é a escola da personalidade, da longanimidade, da humildade, do aprimoramento do caráter!

O Senhor nos conduz em triunfo sobre grandes dificuldades. Sobre aquelas que quase sempre vencem-nos por serem maiores e mais fortes do que a capacidade que temos para superá-las.

O Senhor também concede-nos a visão para vermos alem do elementar, do superficial, da trivialidade a que estamos acostumados, as suas grandes maravilhas. Em meio ao deserto em que nos encontramos, Deus se faz presente e convida-nos para vermos as suas prodigiosas realizações. v. 3

Ele nos atrai para si quando deixarmos de vislumbrar as futilidades! chama-nos para outros objetivos, os quais estão muito acima da mesmice de todos os dias (o deserto).

Porém, para que isto aconteça, o senhor exige que renunciemos as pequenas coisas que nos separam dele.

Moisés foi impedido de aproximar-se D’Ele por causa das sandálias.

Em 1º lugar:

I – Um par de sandálias representa algo inexpressivo

Um objeto de somenos importância! Algo a que não se atribui tanta relevância! Um calçado simplesmente comum!

Talvez algo assim efêmero seja o grande impedimento da sua vida! Talvez, algo de somenos importância tenha lhe impedido de ser bem sucedido na sua missão.

Talvez algo, ou alguém, de certa forma, inexpressivo tenha lhe impedido de aproximar-se de Deus! Não seria este o motivo do atraso ou impedimento das copiosas bênçãos de Deus sobre a sua vida?

Faça uma ligeira reflexão e verá que exatamente algo assim lhe afasta de Deus! Algo sem valor, sem relevância, como uma simples sandália, um objeto que é perfeitamente possível livrar-se dele.

Elimine-o das suas atitudes, estirpe-o da sua vida, destrone-o do seu coração! Substantivos que uma vez tirados, abrir-se-ão as portas e desimpedido será o teu caminho proporcionando o acesso a Deus com rapidez e precisão.

Quais são as coisas sem importância que dominam a sua vida e que precisam ser retirados?

Em 2º lugar:

II – Um par de sandálias está sob os seus pés

O Senhor não violenta a vontade humana.

É uma questão de responsabilidade individual ouvir a voz de Deus ou não! É uma questão de bom senso ouvi-la quando a mesma nos diz que algo inexpressivo não fica bem em nós, ou em relação a nós.

Principalmente quando este “algo” tem a ver com a santidade exigida perante a santa presença de Deus v. 5

Às vezes, por um capricho que não se justifica, carregamos verdadeiros fardos de impecilhos, de problemas em nossas vidas, coisas estas que nos anulam perante Deus.

Às vezes toleramos relacionamentos, atitudes, costumes, valores que confrontam o lugar santo em que habitamos! Ambiente em que habita Deus! Ambiente em que Ele opera maravilhas. Ambiente em que Ele nos convoca para uma grande missão.

No entanto, tudo isto pode não se concretizar se não dermos a devida atenção à sua voz. Às vezes tais impedimentos são pessoas que permitimos adentrar em nossas vidas, e que não mudam nunca! São estorvos que maculam a santidade que Deus exige de nós e em nós e nos impedem de chegarmos à sua santa presença.

Relacionamentos que julgamos imprescindíveis, valores que idolatramos, sentimentos que alcançaram a alma e ocuparam o nosso coração; porém, nos afastam da presença de Deus.
Precisamos reavaliar estes relacionamentos, precisamos medir estes sentimentos, precisamos refletir sobre estes procedimentos!

NADA PODE IMPEDIR-NOS DE ACHEGARMO-NOS A DEUS!

Nada pode impedir que o Senhor faça de nós instrumentos da sua gloriosa missão.

Quantas vezes não conseguimos entender que certas coisas são verdadeiras sandálias em nossos pés?

Apesar de depender apenas e tão somente de uma atitude, de uma decisão, jamais nos separamos delas, mesmo sabendo que elas nos impedem de encontrarmo-nos com Deus?!

Nesta hora é necessário que tenhamos um apurado senso critico! Nesta hora é necessário que tomemos uma atitude radical!

É PRECISO DESPEDIR, DEMITIR, DISPENSAR, ELIMINAR, ARRANCAR DE NÓS O OBJETO QUE SEPARA-NOS DE DEUS!

Mas, será que aceitamos que isto é um fato?

Mas, será que cremos que Deus tem algo melhor para nós?

“Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que desejais.” Jr 29.11

Em 3º lugar:

III – Um par de sandálias representa algo sujo

As sandálias vivem em contato direto e permanente com a poeira poluída deste mundo!

Em um centro cirúrgico não é permitido o uso de calçados comuns. No mínimo devem ser protegidos ou esterilizados.

Algo sujo, poluído, infectado não pode estar na presença de Deus! Todo tipo de sujeira que contamina deve ser tirada de nossas vidas. O Senhor não aceita nenhum restício, nenhuma aresta do mundo porque interfere em nosso relacionamento com ele.

DEUS EXIGE SANTIDADE ABSOLUTA!

Portanto, arranquemos de nossos pés, as sandálias empoeiradas que nos impedem de vivermos em intimidade com Deus.

“Não é assim com o meu servo Moisés, que é fiel em toda a minha casa. Boca a boca falo com ele, claramente e não em enigmas; pois ele vê a forma do Senhor;...” Nm 12.7,8

Moisés alcançou esta afinidade com Deus após tirar as sandálias dos seus pés.

Aplicação

1 – Tiremos, pois, das nossas vidas “Pequenos pecados” de “estimação” que julgamos sem importância, mas que impedem o processo de franco desenvolvimento da nossa comunhão com Deus.

2 – Estirpemos de nossas vidas, procedimentos, talvez, relacionamentos que prejudicam nossa aproximação do Senhor.

3 – Arranquemos de nossas vidas toda a mácula, que, por mais insignificante que pareça, no entanto, contrasta com a santidade exigida por Deus.

O Senhor pode estar onde estamos e com quem estamos?

Conclusão

Pequenas coisas nos separam de Deus:

1 – Coisas efêmeras, inexpressivas que não devem ter nenhum significado para nós.

2 – Coisas que estão sujeitas à nossa vontade e que só dependem de uma decisão para serem eliminadas.

3 – Coisas que representam sujeira em nossas vidas.

Livremo-nos destas “pequenas” coisas que podem fazer Deus dizer-te: NÃO TE CHEGUES PARA CÁ!!

Que não tenhamos paixões desmedidas por nada que seja maior do que Deus, a sua palavra e seus propósitos para as nossas vidas.

Que tenhamos a capacidade de retirarmos de nossas vidas tudo que seja uma barreira entre nós e Deus.

Não se esqueça: Pequenas coisas podem separar-nos D’Ele!








  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Três Princípios para a Santificação


Por: Natacha Dominato


Relatividade. Essa tem sido a marca dos dias atuais. A pós-modernidade trouxe a idéia de que hoje não há mais uma verdade absoluta e sim que cada um tem a sua verdade.

Durante o intercâmbio realizado entre a PIB de Jatobá de a PIB de Prudente, o pastor Alcidir, tratou de um assunto inerente a vida do crente seja ele jovem, adulto, velho ou de qualquer faixa etária: a santificação.

Os dias atuais são os responsáveis por anular a santificação e para que se tenha uma vida santa é necessário que sejam feitos ajustes e mudanças.

O jovem cristão deve fugir de todo e qualquer desejo que seja contrário a satificação.

Uma vida santa é igual ao prazer pleno de aguardar ao Senhor.

Para alcançar uma vida que alegre a Deus e que seja pautada em seus princípios o Pastor Alcidir trouxe três princípios básicos para que os cristãos alcancem à santificação são eles:

1º Radicalidade

Esse requisito exige do jovem a fuga total de pecado, requer ainda que os jovens não aceitem ou acatem conselhos e sugestões de quem não tem vida moral, porque se o jovem o fizer estará perdendo o seu tempo.

O jovem deve empreender fuga total do pecado.

2º Prosperidade Vinculada

O sucesso de uma vida em todos os âmbitos depende de um relacionamento com Deus, o prazer no relacionamento com o Senhor fará com que haja prosperidade na vida.

A entrega a Deus consiste-se em relacionar-se intimamente com Ele.

3º Indisfarçabilidade Humana

É inútil achar que Deus pode ser enganado, porque Ele sabe de

tudo e se não há meditação na lei do Senhor não há prosperidade.


O culto da noite de terça-feira (12/10) contou com a enorme participação dos irmãos da PIBPP.

Everton Correia, agradeceu aos jovens que pertencem a diretoria da Unijovem pelo esforço e dedicação para que o intercambio fosse feito da melhor maneira possível.

Bárbara Martinez, presidente dos jovens da Pib de Jatobá, agradeceu a Deus pela oportunidade e já planeja os próximos encontros.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Unidos por Cristo: Unijovem PIB Jatobá e Unijovem PIBPP

Por: Everton Correia

Presidente da UNIJOVEMPIBPP


A palavra do Senhor nos diz em Salmos 133:1 “Óh quão bom e quão suave é que os irmão vivam em união”. Segundo o dicionário online Priberam união é: ato ou efeito de unir, junção de duas coisas ou pessoas, conformidade de esforços ou pensamento, concórdia, aliança, adesão, contato ou liga.

O que temos visto na sociedade pós-moderna é a banalização da união, a ponto de pessoas, descomprometidas com a palavra de Deus, brincarem com o seu real significado. Podemos observar isso a começar nos namoros, exemplo de união de duas pessoas, que cada vez mais vem perdendo lugar para a prática mundana do “ficar”.

Só assim conseguimos entender o porquê do mundo tratar o casamento, que é uma aliança constituída por Deus, como uma instituição falida, onde homens e mulheres se separam como se fosse uma simples quebra de contrato de compra e venda de uma propriedade qualquer. Mal sabem eles que essa propriedade foi comprada pelo maior preço que a humanidade já viu.

Afinal para que namorar se você pode ficar? Para que casar se você pode “juntar”? Essa infeliz indagação é a mais comum que recebemos cotidianamente. É como se eles estivessem nos dizendo: para que conformidade de esforços ou de pensamento? para que aliança? para que concórdia?para que junção? para que compromisso?para que união? Se você pode ser livre sem tudo isso.

Infelizmente o mundo vive em um pensamento individualista confundindo liberdade com libertinagem, costumo dizer a UINJOVEMPIBPP que: “O ímpio ainda que esteja livre permanece preso, e o crente ainda que esteja preso sempre será livre”. O ímpio com essa falsa liberdade sempre será escravo do pecado, caso não se converta ao amor de Cristo Jesus, já o verdadeiro servo de Deus ainda que esteja preso ao espaço físico e as pressões que o mundo o impõe sempre será livre em Cristo Jesus, pois a sua liberdade foi paga com seu sangue precioso na Cruz do Calvário dando-lhe assim o direito de vida eterna. Como acrescenta o pastor Russel P. Shedd “Não é tolo aquele que larga o que não pode segurar, para segurar aquilo que não pode se prender”.

É por essa liberdade que hoje podemos estar unidos em amor e em espírito adorando o nosso Deus Altíssimo, como Igreja de Cristo Jesus pela qual devemos testemunhar todos os dias de nossas vidas, pois somos moldados e aperfeiçoados por Aquele que amamos e se as nossas palavras são capazes de mover, os nossos exemplos devem ser capazes de arrastar pessoas a esse amor que um dia nos amou primeiro.

O Desejo do meu coração é que nós jovens tenhamos aproveitado esses dois dias de intercâmbio que gozamos juntos para nos fortalecer em Espírito e em verdade. E que tenhamos bem claro em mente que esse tempo de liberdade física será brevemente reprimido com a vinda daquele que enganará a muitos, e a única arma que teremos será a nossa união seja ela horizontal, em comunhão com os nossos irmãos em Cristo, e principalmente vertical com o nosso Pai Celestial através da oração e da leitura da palavra de Deus.

E em nome de toda a liderança UNIJOVEMPIBPP gostaria de agradecer o carinho e o amor demonstrado pela Primeira Igreja Batista de Jatobá e seu Pastor titular Alcidir Aparecido da Silva, para conosco, e lhes dizer da alegria de saber que ainda existem jovens como os da PIB Jatobá que zelam pela sã doutrina e pelos ensinamentos da palavra de Deus.

Desejo-lhes que Deus derrame as mais ricas bênçãos sobre suas vidas e que continuem firmes e constantes sempre abundantes na obra do Senhor sabendo que vosso esforço não é vão.

Deus os Abençoe!


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

O Preço do Perdão


Por: Natacha Dominato

Você já parou para imaginar quanto vale o perdão? O perdão tem preço?

A resposta para essas perguntas é simples: não existe preço para o perdão.

A parábola do credor incompassivo trata do valor que tem o perdão e foi esse o texto utilizado pelo irmão Marivaldo Pereira para trazer a mensagem durante do culto dos jovens.

O capítulo 18 de Mateus conta a história de um homem que devia 10 mil talentos ao seu senhor e ao ser questionado sobre o pagamento dessa alta quantia ele disse que não poderia pagar tão alto preço.

O seu senhor determinou que sua família deveria ser vendida para pagar a dívida porém, ele pediu que isso não fosse feito, o seu senhor então se encheu de intima compaixão e perdeu sua divida.

Após ter tido sua dívida perdoada o homem saiu e encontrou seu conservo que devia a ele a quantia de 100 dinheiros, quantia irrelevante se comparada ao que ele devia ao seu senhor.

Porém, ao saber que se conservo não poderia pagar, ele o lançou na prisão. Quando seus conservos viram o que o homem tinha feito, imediatamente avisaram ao seu senhor e ao receber essa notícia o senhor o entregou aos atormentadores.

O perdão não tem preço, haja vista o sacrifício que Jesus fez na Cruz em lugar de toda a humanidade perdida.

E os cristãos até que ponto estarão dispostos a perdoar? A parábola do credor incompassivo trata de valores monetários e mostra que mesmo um alto valor pode ser perdoado e um pequeno valor não é perdoado.

E os cristãos até que ponto estão dispostos a perdoar e mostrar que o sacrifício de Jesus na Cruz, mesmo sabendo que muitos não vão aceitar, não deixou de ser feito.

Que os cristãos estejam dispostos a perdoar independentemente do que aconteça.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

A cruz de Hitler


Durante o quarto trimestre a Unijovem da PIBPP estará estudando a história do povo judeu.

Para tanto será utilizado o livro "A cruz de Hitler" de autoria de Erwin W. Lutzer.

O objetivo é fazer com que os jovens conheçam, interajam e aprendam com e sobre a história do povo judeu em um período em que seis milhões de judeus foram mortos.

O Pastor Edson foi o responsável por dar a introdução e a partir de domingo (10/10) terá início o seu estudo do livro.

Para conhecer um pouco mais do livro que será estudado abaixo está a sua sinopse.

Onde estava a Igreja de Cristo quando seis milhões de judeus foram mortos por ordem de Hitler?

Decorridos vários anos do término da Segunda Guerra Mundial, essa pergunta ainda implora por uma resposta satisfatória.

A monstruosidade do Terceiro Reich de Adolph Hitler é ainda um capítulo assustador da história e desperta acaloradas polêmicas.

Seduzidos pelo hipnotismo satânico do Führer, líderes eclesiásticos de toda a Alemanha permitiram que a suástica ocupasse lugar de proeminência em seus santuários.

O orgulho nacionalista substituiu o chamado de Deus à pureza, e com poucas exceções a igreja alemã ficou indiferente enquanto Adolph Hitler implementava sua “Solução Final” ao problema dos judeus.

Em A cruz de Hitler, o teólogo Erwin Lutzer examina as lições que podem ser extraídas desse episódio histórico:

• os perigos de confundir igreja e Estado;
• como a igreja perdeu o foco;
• a função de Deus na tragédia humana;
• os parâmetros da autonomia de Satanás;
• a verdade por trás da aversão de Hitler aos judeus;
• a fidelidade de Deus para com seu povo;
• comparações entre a ascensão de Hitler e o reinado vindouro do Anticristo.

Este livro é a história de uma nação cuja igreja esqueceu seu chamado principal e descobriu sua falha tarde demais.


video
  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS